Gravata Hex, um novo tipo de gravata

gravata hex portal mosaico

A gravata tradicional (necktie) tem origem na Guerra dos Trinta Anos (1618 a 1648), quando os croatas mercenários do exército croata numa missão na França, usavam o seu tradicional lenço de pescoço (neckerchiefs) despertando o interesse dos parisienses. Era usado pelos croatas como identificação de patente militar, tecido rústico para os soldados e de seda ou algodão para as patentes superiores.

A mistura das palavras “Hrvati” do croata e “Croates” em francês surgiu a palavra “cravat”. Depois se afrancesou e se tornou “cravete”, sendo “gravata” a derivação português.

Luís XIV começou a usar a gravata lenço por volta de 1646, se tornando um peça da moda para a nobreza francesa e depois se espalhando por toda Europa. Homens e mulheres usavam, porém homens usavam o padrão Lace cravats ou Jabots, que depois foi substituído pela gravata borboleta (“cravat strings” ou “bow tie“).

O dia internacional da gravata é celebrado dia 18 de Outubro na Croácia e em várias países do mundo.

Seguindo este fluxo de mudanças, variações de modelos e inovações da gravata, surge a gravata Hex (Hextie), uma gravata de acrílico criada pelo estadunidense de Nova Iorque, Enrique Alejandro Peral.

 

A inspiração da criação veio da própria cidade natal de Enrique Peral, que, em suas palavras, definiu: “a inspiração veio da cidade mais fantástica do mundo. A cidade onde todos ousam em ser diferente. A cidade onde as coisas mudam todos os dias. A cidade onde tudo é franco. A cidade onde os sonhos se tornam realidade. Onde a arquitetura maravilhosa se estende pela cidade, prédios imponentes, Central Park e Quinta Avenida e os marcantes outdoors pela 34Th Street. A cidade cheia de energia que se expõe através da pulsação de suas luzes vibrantes”.

Dentro desta inspiração entusiasmante, está se tornando moda e algumas celebridades pelo mundo já estão usando a gravata Hex. E você? Usaria a gravata Hex?

Rapper T Pain

Imagem: Divulgação/Internet

Eduardo Salles

Jornalista; idealizador, co-fundador, administrador e editor do Portal Mosaico; colunista do site musical Rock Noize (Coluna S&S); colunista do site esportivo Vida de atleta; Advogado; Membro efetivo da comissão de Direitos Autorais da Ordem dos Advogados do Brasil secção São Paulo; Professor de Filosofia e de Sociologia. Amante do estudo do comportamento humano, além de moda, games, música alternativa e suas vertentes dos anos 80 e 90, Synthpop/Eletropop, e o atual Indie rock. Instagram: lordsalles; [email protected]

Top